quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Pais e Filhos.....


Quanta Hipocrisa..... olha o que eu recebi...

TROQUE SUA FOTO DO PERFIL POR UM PERSONAGEM DE DESENHO ANIMADO, REVISTA EM QUADRINHOS, ATÉ O DIA 12-10 (DIA DAS CRIANÇAS). SERÁ UMA FORMA DE MANIFESTO CONTRA A VIOLÊNCIA INFANTIL!!!

MAI UMA MERDA QUE COLOCAM NO FACE!!!!!! NESSAS ÉPOCAS TODOS SÃO BONS!!!! E O RESTO DO ANO COMO FICA?????

INVÉS DE COLOCAR ESSAS BESTEIRAS, PORQUE NÃO IR PARA UM ORFANATO, IR VISITAR CRIANÇAS EM FASE TERMINAL, IR DAR UMA PALAVRA DE AMOR PARA AS QUE NÃO TEM UM TETO PRA DURMIR ???? PORQUE NÃO VER A FERIDA DE PERTO, VER COM OUTROS OLHOS ESSES PROBLEMA QUE ESTA NA NOSSA CARA E ESQUECEMOS , NÃO DAMOS IMPORTÂNCIA NENHUMA COLOCAMOS A MASCARA DO HOMEM BOM E ESCONDEMOS A SUJEIRA EMBAIXO DO TAPETE!!!!!

acho que minha mente esta voltando ao normal, cérebro de macaco pensante!!!!! graças a Deus......

quinta-feira, 24 de junho de 2010

Maldito Mundo Moderno

Mundo Moderno,Marco Malévolo,Mesclando Mentiras,Modificando Maneiras,Mascarando Maracutáias,Majestoso Manicômio,Meu Monólogo Mostra Mentiras,Mazelas, Misérias, Massacres,Miscigenação, Morticínio Maior Maldade Mundial,Muitos Migram, Mascilentos,Maltrapilhos, Morarão Modestamente,Malocas,Metropolitanas, Mocambos Miseráveis,Menos Moral,Menos Mantimentos,Mais Menosprezo,Metade Morre,Mundo Maligno,Misturando Mendigos Maltratados,Menores Metralhados, Militares Mandões,Mundo Medíocre, Milionários Montam Mansões Magníficas, Melhor Mármore,Mobília Mirabolante, Máxima Megalomania,Mordomo,Mercedes, Motorista,Mãos,Magnatas Manobrando Milhões,Mas Maioria Morre Minguando, Mundo Maluco,Mundinho Merda! Melhore Mais...

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Pré-sal ou Sal de Frutas?

Quero um Sal de frutas!.Não Aguento mais essa asia chamada Pré-sal.Todos nossos politicos querem uma fatia dessa pizza e olha que essa pizza é grande.
Eu nao quero essa pizza negra, só quero saber o que nossos politicos vao fazer com os Royalties dessa grande descoberta do tiu Lula, quero saber o que eles vao fazer para nós os palhaços desse circo sem futuro, onde nós palhaços ficamos a espera de um futuro melhor, e a plateia que são nossos politicos ficam brigando por uma fatia maior desse Pré-sal.Enquanto nasce mais um monopólio contra a nação, a Pétro-Sal eu fico aqui tomando meu Sal de Frutas. E o ano ta acabando, as eleiçoes estao chegando, entao prepare seu Sal de frutas que a asia vai ser grande!

Netho

sábado, 10 de outubro de 2009

Falso chique

O Brasil de Lula é mesmo um falso chique. Ao mesmo tempo em que consegue tornar-se credor do FMI (Fundo Monetário Internacional), o que é muito chique, segundo nosso presidente, o País alcançou apenas a 75ª colocação de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) entre um grupo de 182 países. Na América Latina, ficamos atrás do Chile,Argentina,Uruguai, venezuela entre outros. O circo Brasil é aquele chique que usa roupas de grifes, mas a roupa de baixo continua sendo a mesma..... velha e furada!

Vamos aprender lavar nosso anus Brasil!!!!!

Netho

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Independência ou morte !

Há décadas as mulheres desse circo Brasil lutaram para conseguir sua independência.E agora que conseguiram essa mesma independência também criaram assas, e sairam voando por esse Brasil! E onde pararam? em revistas mascolinas, gravaram cds com musicas pra-la de vulgar, e para ficarem mais doces se apelidaram com nomes de mulheres frutas.
Frutas que nunca vão estar doces ou maduras, e sim podres e cheias de agrotóxicos.
Como Adão que comeu a fruta no paraiso e morreu, muitos homens estão comendo essas frutas podres que temos no mercado e estão morrendo aos poucos, sem pensar no que estao fazendo, só se preocupando em satisfazer suas próprias vontades( cambada de punheteiros)!!!
Até quando vamos ver mulheres que se dizem mulheres de familia, mulheres dignas, cantando essas belas canções, outras saindo peladas em revistas mascolinas?
Até quando vamos ter que ver homens babando e morrendo, e mulheres querendo esse tipo de independência.
e você homem ou mulher.... quer a independência ou a morte?????


Netho.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

MAIS DO MESMO


Andando nas ruas

Na sombra de um canhão

Nos davam leis

Nos davam prisão

Invadiram nosso lar

Torturaram nosso irmão

Tudo em nome do bom-senso

Tudo em nome da nação

E o tempo passou

Mas nada mudou

Eles ainda estao aqui

Só tiraram a farda

Para nos iludir

E o povo ainda morre

Eles ainda matam sem sensura

Só mudaram o nome da MALDITA DITADURA


netho

quinta-feira, 7 de maio de 2009

SOBRA TANTA FALTA II


A POLITICA É BOA, QUANDO MELHORA A VIDA DAS PESSOAS!!!! (FRASE DE UM COMERCIAL, DE UM PARTIDO POLÍTICO, PMDB)
ISSO IRIA SER CÔMICO SE NÃO FOSSE TRAGICO!!!
O BRASIL TEM 509 ANOS, JÁ PASSAMOS POR GUERRAS, REVOLUÇÕES, REGIMES MILITARES E CRISES E SÓ FOI PIORANDO A VIDA DAS PESSOAS.
QUANTOS PARTIDOS POLÍTICOS TEMOS AQUI NO INABALÁVEL CIRCO BRASIL, COM ESSES MESMOS IDEAIS? DE MELHORAR AS VIDAS DAS PESSOAS.MAS ISSO FICA SÓ NO ESTATUTO DO PARTIDO, DEPOIS QUE OS NOSSOS POLÍTICOS CHEGAM NO CONGRESSO A HISTÓRIA MUDA.
ATÉ QUANDO VAMOS TER QUE PERDER NOSSO TEMPO ESCUTANDO ALGUNS DESSES POLÍTICOS FALAREM ESSAS COISAS PARA NOS AGRADAR, ENQUANTO OS OUTROS POLITICOS CONSTROEM CASTELOS E MANSÕES,OUTROS ABUSAM DE PASSAGENS AEREAS, DESVIAM DINHEIRO QUE NOSSO PAÍS PRECISA TANTO.
ESTA NA HORA DO POVO BRASILEIRO FAZER SEU PAPEL DE CIDADÃO, LEMBRAR DOS NOSSOS DEVERES E IR ATRAS DOS NOSSOS DIREITOS.
A POLÍTICA SÓ É BOA, QUANDO AS PESSOAS PERCEBEREM QUE SÃO ELAS MESMAS QUE FAZEM A POLÍTICA DESSE PAÍS.ACORDEM REBANHO DE VAGABUNDO!!!!!

NETHO.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

HÁ VAGAS !

A crise gera desemprego,recessão, desencontro de idéias, radicalismos e sacrifícios.
Mas só haverá mudança verdadeira quando houver transformação de valores, pois no bojo de toda crise existe uma crise de valores. Por isso é tão importante a capacidade de ver além da crise.

No entanto, é esta mesma crise que gera uma oportunidade que, em tempos de bonança, nem lembramos que existe, uma oportunidade ilimitada, voltada a todos sem distinção de sexo, cor, credo, nível cultural, posição hierárquica ou profissão.

É neste momento mais difícil da nação em que o desemprego é realidade, em que a recessão é uma ameaça, que as vagas estão abertas!

Há vagas para aqueles que estejam dispostos a resgatar os maiores e mais importantes valores do homem:A HUMILDADE, A CARIDADE, O SENSO DE COMUNIDADE, O CUIDADO COM A FAMILIA, O RESPEITO A CONDIÇÃO HUMANA e sobre tudo A HONESTIDADE.

Há vagas sim, senhores.Há vagas para quem esteja disposto ao sacrifício, ao trabalho, cuja maior recompensa não seja medida em valores taxados e passageiros.Mas pela constatação de que todos os dias , em que somos capazes de sair do desvio onde nos encontramos e retomar o nosso caminho: o caminho do desenvolvimento do progresso e principalmente o desenvolvimento humano que a anos vive uma crise interna.

E para preencher estas vagas, não dependemos de alguém que nos avalie, não teremos chefes, nem patrões,nem empregados. Teremos apenas a vóz de nossa consciência, medindo nossa capacidade de mudar as coisas; de substituir a inútil lamuria pela determinação de fazer; de substituir os braços cruzados pelas mãos construtivas; de substituir a obstinada decisão de protestar contra o presente pela responsabilidade a favor do futuro; de substituir a mera e fácil acusação de defeitos pela constatação de nossas reais e indiscutíveis potencialidades.

São essas vagas que existem.Para todos os brasileiros.Vagas para um grande trabalho sediado em nossa cabeça, manifestado por nossa voz e por nossas mãos.Um trabalho que exige equilibrioe bom-senso.Ocupem suas vagas;Com isso, estaremos ocupando, também, o Brasil.Com pessoas dispostas a fazer desse país um país abençoado por deus e bonito por natureza... mas que beleza... que beleza.... em fevereiro tem carnaval.......


Netho.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Plante

Pesquisas comprovam que qualquer área verde superior a 12 metros quadrados é capaz de alterar o micro-clima, reduzir a poluição sonora, atrair pássaros, melhorar a oxigenação e reduzir a poluição. Uma área verde pode inclusive reduzir a temperatura ambiente em até 4 graus.
O aumento na temperatura pode provocar vários tipos de enfermidades. Os problemas de saúde gerados demandarão mais e maiores verbas para equipar e manter hospitais e serviços médicos em maior proporção para o atendimento de idosos principalmente.
Um plantio de árvores imediato e de forma planejada minimizará os impactos negativos causados pelo aumento de temperatura.
Além dos efeitos diretos, pessoas que vivem em cidades arborizadas têm menor tendência a estresse e depressão. Ou seja, uma cidade arborizada seria mais tranqüila e oferecia mais qualidade de vida.
E quando as calçadas são estreitas demais? É preciso criatividade para aproveitar as áreas verdes da várias formas por meio da criação de painéis verticais junto às fachadas e muros, ou árvores e arbustos plantados ao longo do meio fio sempre respeitando as condições do local.
Dá pra imaginar os corredores de ônibus margeados por uma vegetação que certamente tornará o ambiente e a viagem mais agradáveis? Onde houver pouco espaço quem sabe utilizar a própria cobertura para se aplicar uma vegetação adequada ao ambiente?
É possível fazer isso tudo acontecer? É claro e simples. Áreas urbanas centrais degradadas podem ser revitalizadas com a proibição de estacionamento de veículos e com o plantio de árvores em todos os espaços disponíveis.
É preciso, portanto, planejar esse plantio. Tão importante quanto plantar uma árvore é assumir a responsabilidade sobre a mesma, acompanhar o seu desenvolvimento, zelar pela sua manutenção pelas podas e adubação necessárias.
É essencial que as prefeituras assumam esta responsabilidade e os habitantes se conscientizem que se trata de um ser vivo e merece carinho e cuidado. Que delicia ouvir o canto dos pássaros pela ,manha! MÃOS À OBRA! PLANTE UMA ÁRVORE PERTO DA SUA CASA, PRODUZA OXIGÊNIO E COLHA OS RESULTADOS!

Neto.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Os Pombos

Este ano está sendo uma festa para a mídia, olha só: tivemos o pai que jogou a menina pela janela, seguido da Olimpíada, depois as eleições, o seqüestro de Santo André e as eleições nos EUA. Quando a bola baixa temos o aquecimento global para ocupar o espaço. As tiragens e a audiência estão garantidas pela alimentação diária da percepção de que estamos em risco com medo. Como agora, com a crise econômica.Vou adaptar uma comparação que ouvi anos atrás, olha só: a Praça de São Marcos em Veneza é um dos mais populares pontos turísticos do mundo. Pelo significado histórico, pela arquitetura, pelos monumentos e pelos... pombos . Milhares de pombos que vivem por lá comendo das mãos dos turistas. De vez em quando uma criança ou um adulto espírito-de-porco faz "buuuuu!!". E as pombas saem voando. Como são desconfiadas, quando uma voa assustada todas as demais seguem numa revoada barulhenta.E por algum tempo a praça fica vazia.Aos pouquinhos as pombas começam a retornar, ainda amedrontadas e mais desconfiadas. Até sentir que o perigo passou. Então a Praça continua em festa.A Praça, os monumentos, os turistas, os vendedores, os moradores, os trabalhadores, todos sofrem com as pombas. Mas elas são necessárias. Dão vida à praça, tornaram-se uma marca registrada e o que Veneza fez foi aprender a conviver com elas, com a sujeira, com o barulho, com a impertinência.De tempos em tempos algumas medidas devem ser tomadas para controlar a superpopulação, para evitar que as doenças se espalhem e que prejuízos sejam causados à praça e às pessoas. É quando alguns pombos têm que ser abatidos. Mas esse é o preço do equilíbrio naquele caos.Muito bem. O “mercado global” é como a Praça de São Marcos. E os pombos são como os investidores. São nervosos, fazem montes de cagadas e precisam de controle ou destroem tudo. E a qualquer sinal de perigo saem voando.A praça precisa dos pombos, tanto quanto o mercado precisa dos investidores. E os pombos precisam da praça. Sem a praça os pombos perdem. Sem os pombos, a praça perde.E na crise, como pombos, todo mundo está apavorado e recolhido enquanto os "sanitaristas" aplicam superdoses de remédios e a esquerda tenta enterrar o capitalismo – o doente que não morreu.Sabe o que é que vai acontecer?Já-já a crise de confiança começa a passar. Os pombos voltarão e a muita gente encontrará oportunidades fantásticas naquele excesso de remédios. E fortunas serão criadas sobre as que foram destruídas.O capitalismo não morreu, o mercado não morreu. Como a Praça, estão lá à espera do retorno dos pombos.Um dia, num futuro distante, o mar vai tragar Veneza e a Praça de São Marcos. E as pombas buscarão outra praça. Os “companheiros” dirão que é culpa do capitalismo, que causou o aquecimento global que derreteu as calotas polares. E continuarão pregando a morte do capitalismo e aquela utopia socialista muito bem definida por um bispo anglicano chamado Mendell Creighton:"Socialismo só será possível quando todos nós fomos perfeitos. Aí ele não será necessário".Tem sido assim desde sempre.Olha, eu também quero que todos sejamos perfeitos.Mas enquanto somos só pombos vou dar uma voadinha até a Praça pra ver se acho uns milhozinhos.



neto

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Impotêncialidade crítica e escrita

Meus queridos amigos macacos pensantes, peço-lhes desculpas por não estar mais colocando meus textos aqui no meu Blog. Estou um pouco impotente, não sei aonde eu deixei meu lado crítico e por isso não consigo escrever nada. Eu sempre escrevo um texto em cima de alguma coisa que acontece nesse inabalável circo chamado Brasil. E nesse tempo não acontece nada de interessante , ligo a TV só se fala da jovem Eloá que foi morta pelo namorado, mas assassinatos por motivos amorosos acontecem todos os dias nesse circo, esse caso só ficou famoso porque a mídia caiu em cima, troco de canal e a Marta falando mal do Kassab e o Kassab falando: “VAMOS TRABALHAR”rsrsrs é para rir né kkkkkk, quem vê pensa que os palhaços desse circo trabalham kkkk. Não vou falar de política porque chega de palhaçada. E aqui na minha Cidade, São Bernardo do Campo, um dos candidatos a vice prefeito é o cãozinho do teclados Frank Aguiar AAAAAUUU, meu deus, o que será que ele vai fazer pela população???? Forró de graça todo fim de semana para a CUT????,
Coloco em outro canal e se fala da crise econômica americana,todo mundo com medo do que possa acontecer!!! E o circo Brasil que vive crises a 500 anos,e o dono do circo o Senhor Lula falando que esta tudo ótimo. Mas se a crise atingir o povo aqui pra onde será que vamos? Somos palhaços do circo sem futuro!!!
Acho que preciso aumentar minhas doses cavalares de dramim, porque esse circo esta me dando enjouo e quem sabe volto a vomitar na sua cabeça.

Neto

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Gostar de política

Se você perguntar para várias pessoas se gostam de política as resposta serão várias:'Não, porque a maioria é ladrão', 'Não porque são todos iguais', 'Não porque prometem tudo antes e depois não fazem nada', e por aí vão outros porquês. Passamos assim a imagem da política para filhos, netos e outros afetos. Então você vai ao seu trabalho e logo de cara encontra seu chefe pressionado pela direção dando ordem em cima de ordem antes do 'bom dia' e todas para ontem. E você sente vontade de manda-lo para aquele lugar, pegar o paletó e sair com um grande e largo sorriso de deboche, vingança e liberdade.
Porém, essa é sua vontade semi-irracional. No momento seguinte vem a reflexão racional. Em razão de sua familia, que ainda precisa do seu trabalho, ai vc compreende que seu chefe sofre as mesmas pressões dos diretores, também cobrados por resultados pela presidência, e a presidência pelos acionistas.Todos praticam política do bem conviver, mesmo com as diferenças. Assim são seus filhos na escola, que não gostam de matemática, física ou biologia, mas precisam delas para serem aprovados, então praticam a política do bom comportamento e da aceitação mesmo a contragosto. Quando você segue alguma religião, torçe por seu time de futebol ou gosta de um genero musical, aqueles que têm preferências diferentes da sua estão errados? Como vc pratica política no seu dia a dia se você não gosta de política?

Neto

terça-feira, 30 de setembro de 2008

O touro subiu no telhado

Correria, gritaria, quebradeira.O epicentro desse terremoto chamado capitalismo? Wall Street, Nova York. A quebra das bolsas trouxe a recessao que afetou as nações industrializadas e contagiou o mundo. Parece narrativa do Crash de 1929, mas se passou ontem mesmo, e seguiu Ásia, Europa e América Latina a fora. O Crash foi a primeira crise do capitalismo, mas esse sobreviveu porque o Estado norte-americano não sucumbiu à tentação socialista de intervir na economia. Deixou o mercado se virar. E se virou, claro que com uma ajuda de uma grande guerra mundial.

Mas a Wall Street dos últimos anos era muita gastança e pouca poupança. Especuladores apostaram com o dinheiro dos outros, declararam países bons e países maus, adquiriram companhias como se fossem liquidações, pagaram polpudas comições a executivos. O feroz touro de bronze, escultura símbolo de Wall Street, parecia mais um gato manso ontem.

Desta vez, a mão do Estado deve segurar a mão invisível do mercado. E vai? Deputados republicanos e democratas não se entenderam. Os primeiros acharam intervenção demais, os segundos não querem dar dinheiro do povo a banqueiro falido. Todos têm razão, até o governo Bush que criou o pacote de ajuda financeira que não passou no congresso. Aguarda-se melhor juízo em segunda votação.

Seria o fim do Capitalismo? ou só um ajuste de rumo, em um caso de proporções menos bíblicas do que parece, apesar de a Bovespa ter caído 10% e o dolar bater quase R$2,00?

Por ora, o dinheiro das Bolsas é o do caviar, não o leite. Quando essa ferida chegar na produção de leite, aí a preocupação se torna catastrófica.

Tudo está conectado, finanças idem. Se não há dinheiro para investir, sofrem Brasil e o mundo. Está na hora de os investidores de Wall Street prestarem mais atenção no mundo antes de o gato suba, de fato, no telhado.


Neto

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

BOLA DE NEVE

Eu geralmente me incomodo quando percebo que pessoas muito próximas a mim não conseguem arcar com críticas. Digo, não estão mais acostumadas ao sistema mais simples, aquele do parlamentarismo: ouvir duras críticas e rebatê-las, sem ter chiliques, tremeliques, ataques de pânico histriônicos e saltitarem acrobaticamente, água saindo pelos poros e olhos, Hoje, basta uma mera crítica, uma mera coisa que chamávamos de “discussão racional” e pronto: lágrimas e SURTOS PSICÓTICOS. Passos em círculos para todos os lados, berros, acusações em volumes de discoteca e dedos como se fossem canhões .
“Está estabelecido o conflito” – já não existe mais! Agora, depois de uma mera discussão existencial ou de um desabafo, a frase estaria mais pra “Está estabelecido o SURTO”!

Caramba, anda-se inflamado! E essa inflamação, pergunto eu, não seria fruto de pouca vivência em grupo? Ou de pouca noção Histórica? Sim, deve ser isso: pouca noção histórica. E ainda tem a indústria farmacêutica que está deixando todo mundo meio “surtado” e viciado em calmantes.

Também me incomodo quando vejo algum intelectual usando uma tragédia natural ou uma guerra, por exemplo, para traçar metáforas com o mundo fantasioso e lúdico do palco ou da prosa. No caso, então, estou incomodado comigo mesmo. Sou dramaturgo, sou dramático e estou apavorado com o que vejo com a passividade do mundo. “Qual passividade?”

As campanhas políticas são como as discussões caseiras ou de pessoa para pessoa, só que num macrocosmo: trata-se de explorar o que há de mais pobre e o de mais podre: a miséria humana, misturada ao mais puro sadismo e seus conchavos psicológicos para ver se “colam”. Jornalismo também é feito assim. Somos vítimas, leitores e retratados, em seus piores preconceitos e fetiches mal resolvidos.

As notícias têm como objetivo nos destruír, rasgarem a alma do ser humano com a falta de palavras/conteúdo ou perspectivas.

Não parece ser a vida hoje? Pois parece. Talvez seja a minha percepção de mundo, mas em perceber a situação que nunca esteve tão horrenda e o mundo nunca esteve tão calado.Ninguém mais relaciona uma foto a nada: ninguém mais relaciona conteúdo à forma de coisa alguma. Ninguém está nem aí com mais nada,tudo é relevante!!!

O ser humano virou um lixo informatizado, uma besta que lê computador e que quer consumir a última novidade aqui nas lojas caras sem nem ter idéia do que é ORIGEM, Um bando de seres com cremes caros nas caras com seus iPhones nas mãos checando nada e mandando seu chatsinhos pra nada e lugar nenhum e reclamando de barriga cheia, até que um dia….Até que um dia vira uma bomba. Até que um dia a casa cai. Até que um dia a morte chega perto. Até que um dia a cara do inimigo não será mais objeto ridículo de propaganda. E aí, quando a guerra aterrissar no quintal, todos exclamarão num uníssono “WOW, como isso pode acontecer????”

As múltiplas etnias estão sendo comprimidas a um só sólido bloco de lama e fezes. Isso se chama de força de trabalho. Mesmo indignado com a propaganda eleitoral e as eternas promessas e mentiras ainda não desisti: e mesmo assim essas interpretações literárias ou dramáticas de eventos catastróficos como política e História ainda me movem, mas também me incomodam profundamente porque conheço as repetições. Estou diante de uma fogueira de vaidades, e os fatos não mentem e… É, não há mesmo jeito de escapar de um paralelo dramatúrgico. Mas ainda não sei bem qual, já que ainda não há desfecho. Estamos sempre em pleno primeiro ato e ele não termina nunca!

E como a desgraça ainda está em progresso, digo as desgraças no mundo, e não se sabe aonde issso vai dar, não se pode compará-las a nada, absolutamente nada, mas nesse momento cada ser que se pronuncia por ter uma opinião parece ser tratado como um louco, um bárbaro tártaro vindo do buraco mais fundo da humanidade.


domingo, 17 de agosto de 2008

Salada de frutas

Que ponto o povo brasileiro chegou!!! Comparar mulheres com frutas!!! E essas frutas que temos hoje no mercado, estão todas cheias de agrotóxicos e podres, e tem homem, que ainda fica glorificando-as, dizendo que delicia, que gostosa e outro nomes que não vem ao caso, Sabe o que e acho de voces? Cambada de punheteiros !!!!
Mas isso não é só coisa dos Brasileiros!! Americanos são loucos por seios, e Europeus por modelos de pernas longas. A sensação que tenho é de ser tudo contemplativo, sabe? Desculpem-me a grosseria, mas é isso mesmo que eu penso desses homens , bando de punheteiros mesmo!!!!
Mas por que será que as mulheres são comparadas com frutas? Será que comparar com legumes seria masculino demais,? A maçã poderia ser substituída por um tomate. E a pêra por uma Beringela. É tudo ridículo. E não, não é nada educado chamar uma moça de pêra. Pior ainda é imaginar moças que levem a sério essas comparações ridículas.
Como diz uma amiga minha, a gente não precisa mais fazer humor, porque o Brasil já é surreal o suficiente. E o que falta inventar agora? A mulher com corpo cereja (seria baixinha e gordinha), a morango (parecida com a pêra, mas com a cintura mais fina) e a laranja, que seria parecida com a maçã? A Feira esta apenas começando!!!.
As mulheres fruta, que denigrem a imagem que tantas mulheres lutaram para conseguir um espaço nessa sociedade. Da mulher que trabalha e ajuda no sustento da casa, da mulher mãe que muitas vezes criam seus filhos sozinhas, da mulher guerreira que luta junto a vários segmentos.
Mulheres frutas......só mostrar o corpo, não esta com nada!!!
Tenho dó dessas mulheres frutas, porque elas são como frutas de estação, nascem, crescem, e no fim apodrecem!!!!!!

Neto

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

OS MAIS IGUAIS

E então o presidente Lula assina uma lei regulamentando o funcionamento dos callcenters, aqueles centros de atendimento telefônico que você já conhece, sabe? Uma rápida leitura das novas regras indica que vamos finalmente ser tratados como cidadãos, olha só:
1° No menu eletrônico agora tem que ter a opção de ser atendido por uma pessoa de carne e osso. Tomara que ela não diga “vamos estar fazendo”...;
2°O menu eletrônico terá que ter opções para cancelamento e reclamação;
3°O SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) terá que atender 24 horas por dia, sete dias por semana. Inclusive feriados;
4°O número telefônico para atendimento deverá ser único;
5°Fica proibido que, durante o atendimento, o cliente seja obrigado a fornecer seus dados pessoais ou digitá-los repetitivamente;
6°É proibida a veiculação de mensagens publicitárias durante o atendimento. A não ser que o cliente concorde ou solicite;
7°O prazo máximo de espera deverá ficar entre 60 e 120 segundos, dependendo da natureza do serviço prestado;
8°As informações solicitadas pelo cliente deverão ser atendidas imediatamente e as pendências resolvidas num prazo máximo de cinco dias úteis.
9°O cancelamento dos serviços a pedido do cliente deverá ser imediato, ainda que o procedimento técnico exija um prazo maior.
Ler as novas regras desperta um primeiro sentimento de indignação quando percebemos que, antes delas, não tínhamos o básico do básico: respeito por parte das operadoras e de seus terceirizados. Mostre essas novas regras para um inglês, um francês, japonês ou alemão e eles rirão de sua cara.O segundo sentimento é de mais indignação ainda. Ele surge quando a tomamos conhecimento de como a tal regulamentação foi aprovada.
O fator determinante foi uma experiência frustrada do Ministro da Justiça - Tarso Genro - com uma operadora de celular num final de semana.“Eu cheguei pra usar meu telefone, a minha secretária tinha esquecido de pagar a conta e liguei no sábado para o callcenter - e qual foi a resposta? Só funcionamos de segunda a sexta”, disse o ministro.Irritado por ser tratado como cidadão comum, o ministro decidiu que esse tipo de atendimento é inaceitável e partiu para trabalhar pela regulamentação dos callcenters.
Pois é. Esse é o nosso Brasil. Só passamos a ser tratados como cidadãos quando dói o calo do ministro. As horas perdidas, a incomodação, os prejuízos e as milhares de reclamações que eu, você e todos os outros fizemos e sofremos nos últimos dez anos nunca surtiram efeito. Teve que doer na “otoridade” para alguma providência ser tomada.Que tenso isso. Será que vamos precisar que um filho de ministro seja morto num assalto em plena luz do dia numa rua movimentada? Ou que uma filha de ministro morra numa maca de corredor de hospital de periferia? Que a esposa de um ministro tenha que pagar mil e duzentos reais por certo medicamento? Precisaremos que o pai do ministro fique na fila dos aposentados para receber uma merreca? Que a mãe do ministro, ex-funcionária da Varig, fique sem dinheiro para comprar pão? Precisaremos que um neto de ministro morra com uma bala perdida do traficante ou da polícia? Que uma neta pegue dengue? Precisaremos que o ministro experimente o que é ser um brasileiro comum para que a lei seja regulamentada?Pobres de nós.Esse caso dos callcenter mostra que, como alguém disse um dia, todos os brasileiros são iguais. Mas alguns são mais iguais que os outros.
De qualquer forma, muito obrigado senhor ministro. Vamos estar colaborando.

texto

Neto.

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

O DESPERDIÇIO E A FOME !!!


País desperdiça 70 mil toneladas em alimentos por ano, diz ONU

Em tempos em que a demanda mundial por alimentos impulsiona a inflação, o Brasil desperdiça, por ano, cerca de 70 mil toneladas de comida, segundo relatório da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO). Além disso, 64% do que é plantado se perdem entre colheita, transporte, processamento e hábitos alimentares.
Segundo estudo da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), só no transporte rodoviário de grãos o prejuízo anual é de pelo menos R$ 2,7 bilhões. Os produtores e distribuidores não são os únicos culpados. Dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) indicam que família de classe média joga no lixo, por ano, 182,5 quilos de alimentos próprios para o consumo.
"O Brasil é privilegiado em capacidade de produzir alimentos e bens do agronegócio",Do potencial de terras ainda por incorporar, o país tem um quarto do que o mundo dispõe. Na lavoura, fatores como a regulagem inadequada das máquinas, falta de treinamento dos operadores e manejo descuidado dos cultivos são algumas das causas das perdas."
A Legislação brasieira, impede doações assim aumentando o desperdício, para combater esse desperdício.
ENQUANTO VOCE ESTA JOGANDO COMIDA NO SEU LIXO....... SEU VIZINHO PODE ESTAR MORRENDO DE FOME!!!!

PENSE NISSO!!!!!!

NETO

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Lei seca

Os brasileiros são mesmo engraçados. Vejam algumas observações curiosas que ouvi após a intensificação na fiscalização de quem bebe e dirige:"Quer dizer que não posso mais comer bombom de licor e dirigir?".Engraçado,derepente bombom de licor passou a ser a sobremesa preferida do brasileiro!"Se usar enxaguante bucal posso ser presso por dirigir embriagado"Acredito que a maioria da população mal escova os dentes, imagine usar enxaguante bucal!
Os donos do bares reclamam que seus faturamentos cairam até 30%, e as vidas salvas com esses 30% não contam?

Você fica na fila do banco, e a conversa é:Você viu o acidente na avenida?O rapaz estava bêbado, perdeu o controle do carro e acabou atropelando algumas pessoas.Esses políticos não fazem nada!.

Agora a conversa é:"Essa lei é só para arrecadar dinheiro.Duas latinhas de cerveja não me impedem de dirigir. Políticos não fazem nada mesmo!".Quem elege nossos políticos, somos nós brasileiros! O POVO ENGRAÇADO!!!!


Neto

quarta-feira, 18 de junho de 2008

O medo e seus panfletos


Sair de casa nos fins de semana é um tormento para muita gente, principalmente para as que têm carro.

O medo é um passageiro fiel.Você sai pelo portão apreensivo com um possível ataque de ladrões.Dirige atento à atitude dos outros motoristas e com a falta de noção das regras do trânsito de boa parte dos motociclistas.Perde a paciência com congestionamentos infinitos.

Chega o farol,está vermelho,você lembra de histórias de sequestros-relâmpagos,de vidas perdidas por causa de um relógio ou de um celular.E o semáfaro continua vermelho.

Um menino equilibra bolas de tênis.Outro joga água no pára-brisa.Você faz sinal que não quer,mas ele molha o vidro,passa o rodinho e quer uma moeda.O medo fala com você.A luz vermelha parece eterna.

Neste cenário aparecem dezenas de pessoas com papéis na mão.Se a janela está aberta,esfregam folhetos em seu rosto e te forçam a pegá-los.Quase todo mundo fica com as propagandas não por se interessar por elas,mas para se livrar do assédio até que o bendito sinal de trânsito fique livre.

No quarteirão da frente,amarelo, vermelho e o tormento se repete.

A situação descrita pode ser um exagero,mas a indentificação com a história é imediata para muitos.São cidadãos e consumidores que têm carro, que andam pelas ruas da Cidade de São Paulo e do grande ABC,e que são vistos pelos anunciantes em panfletos como presas fáceis de uma divulgação barata.

O bom empreendedor enxerga a chance na adversidade.Mas vivemos o medo no trânsito, e a panfletagem só colabora para aumenta-lo.A oportunidade,nesse caso,é discutir segurança nos semáforos,subemprego,trabalho infantil,pobreza,descaso de autoridades.

farol não é lugar de propaganda.


DGABC 17/06/08

segunda-feira, 26 de maio de 2008

O homem e a seleção natural

Nas proposições de Darwin sobre a Seleção Natural ficou patente que a sobrevivência é privilégio dos mais fortes, dos que tem uma capacidade de adaptação às adversidades do meio, superior aos seus semelhantes, ou aos seres que, por sua natureza são capazes de ocupar o mesmo nicho ecológico. Uma prova disso é que, ainda sobre a Seleção, os seres mais adaptados estão aptos a procriar quase que indefinidamente, e que este incremento quantitativo muito significa quando estão em ação fatores de exclusão ou de seleção.
Numa breve olhada pela natureza podemos avaliar as diversas adaptações que permitem uma adequada disseminação da vida. Plantas como a Ciúme ou Flor-do-ciúme ou Algodão-de-seda (Calotropis procera) que libera suas sementes envoltas numa pluma levíssima, capaz de ser conduzida pelos ventos a distâncias formidáveis, e quando cair em substrato mínimo pode gerar nova planta. Ou como o Carrapicho (Pavonia sp.) com seus frutinhos espinhentos capaz de prender-se sutilmente ao pêlo de um animal e, horas depois (leia-se: a uma boa distância) ser retirado, cair e germinar. Entre os animais podemos citar as aves migratórias que percorrem longas distâncias, de um pólo a outro do planeta, para procurar clima e espaço adequados para a reprodução ou o próprio milagre dos peixes que enfrentam as adversidades naturais ou artificiais para buscar águas tranqüilas sempre à montante, subindo contra as correntezas, cachoeiras, barragens, redes de pescadores, etc. em busca de águas calmas e tranqüilas para a desova.

Mas e o homem? O que fez do homem um ser capaz de excluir-se da seleção natural? Entre os animais superiores, especialmente os mamíferos, percebe-se a força e a resistência como meios que proporcionam seu pleno desenvolvimento vital. Um eqüino, ao nascer, por exemplo, quase que imediatamente começa a colocar-se em pé. Logo, logo aquele potrinho já participa da vida social de seu grupo, andando lado a lado com sua mãe. O “potrinho” humano, entretanto, requer um sem fim de cuidados maternos. É chorinho aqui, cólica ali, “colinho” acolá, cobertas, tudo esterilizado, etc., etc., etc. Enfim, o que faz do homem uma espécie altamente adaptada e não sujeita a seleção natural, se é tão frágil? É a inteligência. É saber tirar proveitos da fragilidade e dos conhecimentos adquiridos e acumulados, que são passados de geração a geração, através de multimeios.
O homem então, destaca-se dos outros animais pela sua perspicácia em aproveitar conhecimentos acumulados. Seu surgimento através da fecundação é a única ação coincidente entre ele e os outros animais: milhões de espermatozóides concorrendo entre si para que apenas um possa alcançar seu intento. Apenas o melhor pode concluir a jornada da concepção. Ele será o mais forte, o que soube aproveitar o vácuo ou a carona ou o “empurrãozinho” dado pelos companheiros de jornada. É neste momento que entendemos a participação do processo de seleção natural, pois gametas desprovidos da vitalidade para trilhar o percurso da fecundação certamente não formariam o indivíduo suficientemente forte para sobrevivência. A partir daí, a vida do homem muito difere dos demais indivíduos. Os medicamentos, vacinas, alimentação, ultra-cuidados maternos, temperatura e ambiente adequados corroboram para eliminar fatores que influenciam outros animais como as intempéries, pragas, doenças, competição pelo alimento, pelo habitat, pela água, etc. O homem é assim o resultado de uma série de conhecimentos adquiridos e guardados, especialmente no que tange a forma de criar seus rebentos. A inteligência fez então a diferença: o essencial para fazer do Homo sapiens sapiens um sobrevivente da SELEÇÃO NATURAL. Mas, até quando???


Neto

domingo, 25 de maio de 2008

CINCO RAZÕES PARA AMAR O BOTECO !!

Quem me conhece bem, sabe que não entro nem amarrado em uma balada. Quer dizer, sempre tem aquelas vezes em que alguém querido está fazendo aniversário e decide torturar os amigos com música ruim e salto alto, daí acabo indo. Mas, se tenho a opção, fujo da barulhada, das filas e das long-necks de R$6,00.Você, deve estar pensando: "Que cara chato! Vai jogar gamão com sua avó no sábado à noite e pára de encher o saco!" Ah, mas não é pratanto. Eu saio de casa, sim! Juro! Saio muito, inclusive. Não fico sem minha cervejinha no fim-de-semana (e às vezes durante a semana) nem a pau.Mas a sabedoria, me trouxe um presente: o Boteco. Sim, com letra maiúscula. Porque esse, meus amigos, é o maior templo do bem-estar e do relaxamento que existe. Ganha até de spa! E eu digo o porquê, expondo 05 motivos (em ordem aleatória, não sei escolher meus preferidos):

1 - Bebida Gelada e Barata
Quando digo bebida, estou me referindo diretamente à cerveja, no meu caso.Mas é claro que isso se estende às outras, também. Pede uma caipirinha na Casa notuna, e outra no Boteco, pra você ver a diferença do preço. É o dobro e ruim de mais! E enquanto eu tomo minha cervejinha de 600ml por R$ 3,00, o pessoal da casa noturna toma long-neck (350ml) por R$ 6,00. E quente! Pra mim, não faz sentido nenhum...

2 - Conforto
Deus abençoe quem inventou as mesas de plástico! Aquelas coisinhas lindas e coloridas, estampadas com as cores da Brhama ou da Skol, com suas cadeirinhas confortáveis e seus buracos no meio da tampa para prenderguarda-sol. É genial! Tá, eu admito: quando as cadeiras não têm aquele braço de apoio, não fica tão bacana. E, se você quiser sentar no colo da sua namorada pra dar um bitoca mais elaborada, são grandes as chances dos pés da cadeira abrirem e os dois tomarem um capote. Mas, ainda assim, é melhor sentar em tais cadeiras do que ficar em pé, apoiando a bebida em um balcão molhado, com dezenas de pessoas tentando chamar a atenção do barman em volta de você.

3 - Garçons Amigos
Não sei quanto a vocês, mas eu até hoje não consegui fazer amizade com nenhum barman de nenhuma balada - talvez por não conseguir conversar com aquela zoeira toda no ouvido. Mas sempre bato papo com os garçons dos Botecos! Eles gostam de fazer gracinha, são simpáticos, falam bobagem, trabalham para te satisfazer. Claro, se o cliente é responsável pela gorjeta que ele recebe, ele tem que caprichar! E, quando bacanas mesmo, até cerveja de graça a gente acaba levando. Quer coisa melhor?

4 - Comida Deliciosa
Esse é um dos maiores motivos! Meu deus, o que é aquela comida de Boteco?Picanha, maminha, coração, mandioca frita, mandioca cozida (com manteiga degarrafa…) batata frita, mussarela, medalhão, lombinho, lingüiça… Aaaaaaah! Salivei! Eu sei que é tudo muito gordo, mas é muito gostoso. Pode moderar,que aí não tem erro. E, se estiver de regime, pede uma porção de frios, ou
come bem pouquinho, só de tira-gosto mesmo. O que não dá é pra não ir!

5 - Atitude
Você pode falar alto, pode conversar o quanto quiser, pode ficar bêbado,pode tocar violão, pode colocar o som do carro alto com a porta aberta,pode brincar de "escravos de jó", pode fumar, pode levantar e dançar, pode beijar, pode fazer bundalêlê, pode chorar… E isso tudo calçando chinelos!Pra que querer mais? Desde que seja com moderação, o dono do Boteco não se importa. É demais!Por essas e outras, eu amo o Boteco!


Neto.

A infância abandonada

Se tem uma coisa que mexe muito comigo é isso: criança na rua, sem educação, sem infância, sem carinho, sem comida.... o que são direitos humanos? Eu ouço falar nos ditos sempre que algo de bárbaro acontece (principalmente quando é algo na classe média/alta). Isso já é bárbaro porque eu tenho uma visão crítica da sociedade. Nada é cor-de-rosa nela. Tem muito que mudar. Não me acostumo com essas desigualdades, não acho certo e de uma forma ou de outra, eu quero lutar contra isso só que num país como o nosso, onde a educação não é valorizada, fica difícil, mas não é impossível. SOCIEDADE ACORDA! NO BRASIL NÃO HÁ DEMOCRACIA! Lutemos contra a desigualdade já!

Neto.

Quem são os mendigos?nós ou eles?

Essa foto foi tirada em 2007, na chegada do Papa bento 16 ,na praça da Sé... é uma cena "normal" pra muitas pessoas, que na maioria das vezes costumam culpar o Estado por isto, mas o que não percebem é que o Estado somos todos nós, e quem tem culpa somos todos nós também. Eu sinceramente, não me acostumo, não acho normal e me desperta a revolta. Como reverter a situação? Através da educação é uma alternativa. Através de Ong's é outra alternativa, mas principalmente encarar a realidade e fazer o que estiver ao seu alcance para mudar alguma coisa porque culpar os políticos é só uma maneira "fantasiosa" de manter a consciência limpa, sendo que os próprios ainda riem da cara da gente. A única verdade é a realidade, já dizia Aristóteles.
Afinal quem são os mendigos que mais precisam de ajuda?.. não a ajuda material, mas sim uma ajuda maior com muita paz e amor!!

Neto.

HOJE

Se eu tivesse que te dar um conselho, eu daria esse: sonhe, sonhe muito, mas acima de tudo, realize-os. "O mundo está nas mãos daqueles que têm coragem de sonhar, e correr o risco de viver seus sonhos".Poucas coisas na vida são absolutamente verdadeiras, mas uma delas eu aprendi: o tempo que gastamos nunca pode ser resgatado. Todos nós temos apenas uma vida e gastá-la em qualquer coisa que não seja a nossa verdadeira paixão é uma grande tragédia. "A vida não é medida pelo número de vezes que você respirou, mas pelos momentos em que você perdeu o fôlego." Por isso, eu faço de cada dia, um dia especial, um dia que valha a pena ser vivido e lembrado. Sabe qual é um dos grandes problemas das pessoas? O medo. O medo de tentar, o medo de fracassar. As pessoas estão acostumadas no seu mundinho, na sua rotina, nas suas regras, preocupadas em atingir as expectativas dos outros, mas não ousam tentar mudar por medo de fracassar. E exatamente porque eu amo a minha vida e não quero vivê-la mornamente, eu tento, eu erro, eu fracasso, eu acerto e eu venço. Porque no final da minha vida eu quero ter histórias pra contar, histórias que vivi, histórias onde fui o ator principal, não que simplesmente participei. Essa frase do Charles Chaplin diz muito sobre isso: "A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente. Faça tudo antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos". Acredite em você. Tente, erre, fracasse, mas não desista. O perdedor não é aquele que não venceu, mas aquele que não tentou. "A grande verdade é que você é a pessoa que escolhe ser. Todos os dias você decide se continua do jeito que é ou muda. A grande glória do ser humano é poder participar de sua autocriação.
Daqui 20 anos você estará mais decepcionado com as coisas que você deixou de fazer do que com aquelas que realmente fez. Aproveite o hoje, o agora. Faça planos e realize-os. Viaje, descubra por si só o que os livros contam. Aprecie as fotografias, assista a documentários, mas acima de tudo vá até esses lugares sentir o que é estar lá. Acampe pelo menos uma vez na sua vida e sinta o que é dormir debaixo das estrelas. Assista um pôr do sol e acorde mais cedo para ver o espetáculo do nascer. Plante uma árvore, visite um asilo... dessas coisas eu tenho certeza que você jamais se esquecerá.


neto


sexta-feira, 23 de maio de 2008

Educação

O estado de São Paulo tem uma rede escolar de 5.183 escolas.Dessas,apenas sete possuem padrão de qualidade idêntico aos padrões internacionais, de acordo com indicador criado pelo governo para avaliar as condições da rede.
Esse resultado, por pior que seja, não surpreende.É o resultado de uma política equivocada, praticada desde 1995, quando tomou posse o governador Mário Covas, que guindou para a Secretaria de Educação a professora Rose Neubauer.A progressão continuada foi imposta de maneira desordenada, sem planejamento, com finalidade de diminuir gastos.Além disso, a indisciplina e a violência nas escolas que foi aumentando ao longo dos anos, gerando assim uma situação quase insustentável. Que essa realidade abra os olhos do governador José Serra para a necessidade de valorização da Educação e dos educadores, pois não será com essa Progressão continuada que melhoraremos esse quadro desalentador.


TEXTO ESCRITO POR: PALMIRO MENNUCCI
PUBLICADO DIA 23/05/08, DO DGABC

terça-feira, 20 de maio de 2008

E tudo mudou...


O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss
O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone
A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
'Problemas de moça' viraram TPM
Confete virou MMs
A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse
Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal
Ninguém mais se vê...
Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service
A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão
O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD
A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
O álbum de fotos agora é mostrado por email
O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do 'não' não se tem medo
O break virou street
O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado também
O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bike
Polícia e ladrão virou counter strike
Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato
Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fênix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjosAgora só tocam lira...
A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!
A maconha é calmante
O professor é agora o Educador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...... De tudo.
Inclusive de notar essas diferenças!!

Luiz Fernando Veríssimo

sábado, 17 de maio de 2008

A quarta guerra mundial já começou!!!

A Globalização, o poder financeiro, o neoliberalismo, e as conseqüências de uma guerra não tão aparente mas conseqüente.
A bomba neoliberal se diferencia da bomba de Hiroshima e Nagasaki não por ser bomba de nêutrons, e sim uma bomba financeira, porque não só destrói a Nação, como impõe a morte, o terror e a miséria.
A diferença da bomba de nêutrons para neoliberal é que a neoliberal destrói seletivamente ou seja, reorganiza e reordena o que ataca e o refaz como uma peça dentro do quebra-cabeça da globalização econômica.
Na verdade, o significado de tudo isso, é que quem serve é aproveitado para a nova economia de mercado, quem não serve é descartado; Portanto deflagra-se ai a Quarta Guerra Mundial, que consegue destruir as relações sociais e econômicas tradicionais.
O Neoliberalismo na verdade só acumula privilégios na distribuição de prêmios na mão de poucos com larga riqueza, e acumulo de pobreza á milhões de seres humanos.
A injustiça e a desigualdade social fica cada vez mais clara e graças a má distribuição de renda o mundo fica cada vez mais distante do que poderia ser um paraíso na terra.
O Mercado Globalizado e a imposição das leis de mercado destrói as pequenas e médias empresas, que sem proteção e sem possibilidade de competir com os gigantes, quebram!!
Com isso os resultados são cada vez mais degradantes, pois como conseqüência, temos milhões de trabalhadores no desemprego.
Finalmente teremos ai, os excluídos da "modernidade", e como conseqüência provável a resistência contra o processo de destruição/despovoamento e reconstrução/reordenamento levado adiante, como guerra mundial.

Macaco Neto.

A armadilha da Globalização

A Globalização hoje é o principal fator de mudança para humanidade que continua a depender dos que tem o poder nas mãos.
As Industrias investem cada vez mais em tecnologia, com isso o indivíduo tem que se atualizar para suprir as necessidades da tal globalização generalizada.
Os frutos podemos dizer são aparentes, vão desde o desemprego em massa até o desequilíbrio da natureza.
Somos mais ou menos 6 bilhões de Habitantes(Macacos Pensantes), nesse planeta onde poucos gozam de riquezas inesgotáveis e onde a maior porção é de miseráveis que correm atrás de oportunidades onde a própria sociedade explora os mais fracos.
Com isso também somos obrigados admitir que a procura superou a demanda, o próprio avanço tecnológico nos tem consumido, tem degrado o homem e a natureza, fonte de sustentação da vida no planeta.
O que devemos esperar do homem para o próprio homem?.... se ele não sabe parar e pensar nas causas e efeitos dos excessos cometidos por ele mesmo!
Alguns países, tentam esconder da própria nação o que acontece no mundo, como a violência e a corrupção, poderíamos até imaginar que um país como esse, quer com isso, amenizar o sofrimento e a angustia do povo, mas sabemos que ao contrário disso, querem mesmo é fechar os olhos dos mesmos, para com isso enclausurar toda a nação, já carente de informações e outras culturas.
A violência, por exemplo, já está instalada no nosso planeta a muitos anos, ou melhor, á centenas, ou talvez milhares de anos, desde que o homem resolveu transformar o seu o meio ambiente natural em quase artificial.
O que parece na verdade, é que a Industrialização fala mais alto do que a própria razão, ou seja, como se a mesma, fosse o fator primordial para a continuidade da existência do ser, e do meio, quando na verdade sabemos que é um dos fatores principais de degradação dos rios, dos mares, e do ar.
Contudo somos vilões e vitimas da nossa própria atrocidade, cometidas por nos mesmos, que tiramos o direito do próximo e o direito da natureza prosseguir o seu ritmo de defesa da própria existência do ser.

Macaco Neto.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Sobra Tanta Falta

Que bom....., que de vez em quando entra alguém no meu blog e gosta dele!!!!!FICO MUITO FELIZ, QUANDO ALGUEM ENTRA E NÃO METE O PAU NOS MEUS TEXTOS!
Uma dessas pessoas é a Ana,nem sei de onde ela é, só sei que é muito simpática e é uma jornalista (ainda bem que não é da Globo) rsrsrs
Eu escrevi um sobre a Era da estética, o qual ela, gostou muito e me pediu.Assim que eu coloco os texto na net, eles já não mais me pertencem! São de todos que estão nesse mundo cada vez mais fechado (O MUNDO DA INTERNET)
Entrei no blog da Ana(o endereço esta no fim do texto),é um blog bem interressante,bem variado,fala de tudo um pouco,mas um texto me chamou muita a atenção.Era exatamente o que eu estava pensando ontem dentro de uma cela chamada Metro.

O texto é esse:
Estranhos familiares

Inspirada estou... e idéias para escrever são tantas que me perco às vezes!

Já reparou quantos estranhos ou não tão estranhos passam por você diariamente? Durante o almoço, um fato me chamou atenção! Garçons que me vêm quase duas vezes por semana ou nenhuma, sabem exatamente como eu gosto e o que eu vou comer. Sabem que é bem passado, que o refrigerante é com muito gelo e sem limão. Sabem até, que se eu estiver satisfeita com a balança, vou me acabar com um delicioso pudim de leite!

Fuçando no orkut de uma amiga especial e psicótica, me deparei com uma comunidade que me fez lembrar desses estranhos especias. Estranhos familiares ou não tão estranhos assim. A comunidade dizia: - Você já viveu um breve amor de metrô? Isso é fantástico! Quantos olhares se cruzam, gentilezas e sorrisos são trocados durante a breve viagem. Faço isso sempre e com tanta frequência que me senti realizada, ao ler que outras pessoas fazem o mesmo! E gostam!

Fico feliz em poder andar na rua e sorrir para as pessoas. Repare que quando você faz isso, se sente mais leve e mais humana. Às vezes, quem cruza com você por ai, precisa justamente do seu sorriso! Feliz também estou por ter pessoas especiais a minha volta, inteligentes, excitantes e honestas! Indecentes, quentes e justas... Pessoas que encantam, pessoas que me fazem bem... que me fazem sorrir... até mesmo as que me fazem chorar! Pessoas merecem meu respeito e admiração. Amo poder estar sempre cercada de pessoas, por mais que a solidão me encante um bocado.

Pessoas são felicidade! Pessoas são necessárias umas as outras! Pessoas são vida!

Viajei né? Pois... agradeço! SANTA INSPIRAÇÃO! Tão importante quanto as pessoas e seu efeito sobre mim, digo que a inspiração é essencial na vida de qualquer um! Inspirado você cria, ama, inventa ... inspirado você poetiza (sim o verbo poetizar) e encanta!

Final de semana show a todos que aparecerem por aqui!
Texto:Ana Jardim
http://www.bastidoresdeumamenteinsana.zip.net/

terça-feira, 13 de maio de 2008

As eras da humanidade

Desde a criação do mundo, o planeta e a humanidade passaram por várias eras geológicas e sociais. Agora a humanidade passa por uma das suas eras mais belas e ao mesmo tempo mais egoísta: A ERA DA ESTÉTICA.
Filósofos dos tempos modernos já denominam nossa época como a era da estética. E é verdade. O ser humano está cada vez mais em busca do belo. Em busca de uma solução para aquilo que lhe desagrada fisicamente e, de certa forma, psicologicamente.
Na tentativa de ficar bem com o espelho, mulheres de todas as faixas etárias e um número crescente de homens procuram os consultórios de cirurgia plástica. Hoje em dia, até mesmo as crianças, que sofrem com apelidos pejorativos em função das orelhas grandes, recorrem à plástica por volta dos seis anos de idade. E, na adolescência, meninos e meninas querem retocar seus narizes, para que fiquem mais leves, de acordo com sua fisionomia.
Adultos jovens encontram na lipoaspiração a solução para as gordurinhas indesejáveis. Mulheres, insatisfeitas com o manequim do sutiã, podem aumentar os seios com o silicone. Já outras, mais abastadas, têm a oportunidade de reduzir e modelar as mamas.
O ser humano esta cada dia mais preso as coisas pequenas e individuais e esquecendo o essencial para si e para o próximo.
Quando vamos deixar de viver em um mundo de silicone com um coração de pedra, para vivermos em um planeta mais coletivo e lindo para todos?

Macaco Neto

segunda-feira, 12 de maio de 2008

A CULTURA DO VERGULHO!!

Existem leitores que são indispensáveis. Enriquecem nossos textos, abrem horizontes, sugerem caminhos e ampliam as possibilidades. Escrevem para reclamar, para perguntar, para contestar, mas são sempre positivos. Querem construir.Como o Claudio, que ao ler um artigo em que eu falava do orgulho e da vergonha de ser brasileiro, soltou esta pérola: “... se tenho orgulho ou vergonha do meu país? Acho que tenho vergulho... Ou orgonha... Vale ter vergonha e orgulho ao mesmo tempo?”.Ótima pergunta Claudio! Ela resume a contradição do “ser brasileiro”. Hora somos abençoados, hora somos amaldiçoados. Na verdade, talvez sempre tenha sido assim, a história balançando como um pêndulo, indo cada vez para um lado. Se nos anos cinqüenta éramos o orgulhoso país do futuro, cheio de conquistas, de heróis, de música e de esperança, da metade dos anos sessenta à metade dos oitenta ficamos mais sérios, mais contidos, mais medrosos enquanto observávamos o “milagre econômico” e os generais carrancudos. Depois, na década de noventa, durante os anos da abertura, ficamos desorientados, desbundados, perplexos e ansiosos diante da abertura dos portos, da globalização e da democracia. E entramos no novo milênio para descobrir que faltava-nos preparo, estrutura, cultura, coragem e conhecimento para que o Brasil finalmente acordasse de seu berço esplêndido. E broxamos ao descobrir (na verdade, acho que para a maioria a ficha ainda não caiu) que é impossível construir um país sem um plano. E sem gente comprometida a realizar o plano. Pois deu no que deu. Não sei se tenho orgulho ou vergonha no país onde todo mundo tem opinião sobre tudo, baseado naquilo que ouviu dizer. Onde o principal meio de informação é a televisão apressada, superficial e refém dos objetivos comerciais. O país onde política é balcão de trocas. Onde a inveja é moeda corrente, onde uns torcem para que os outros não dêem certo. O país onde o conselho mais comum é: “Cuidado! Agora não é hora! Espera um pouco. Deixa pra depois.”. Minha esperança está sabe onde? Em nossos filhos. Apesar do massacre cultural sem precedentes vejo neles uma centelha de indignação. Uma pequena chama de revolta produzindo uma tímida luz de esperança. Essa chama pequenina quase desaparece, sufocada por gente que acha normal o Presidente da República elogiar em público um político sabidamente corrupto. Ou o gari que devolveu ao dono o dinheiro perdido ser tratado como herói ou trouxa, nunca como uma pessoa normal. Gente que acha certo “inaugurar” obras pela metade em ano de eleição. Que a televisão explore a tragédia exibindo incessantemente videoclipes melosos da inocente menininha assassinada. É, meus amigos, não está fácil...Temos que alimentar aquelas pequeninas chamas escrevendo, conversando, palestrando, explicando, provocando... Jamais nos alinhando aos que estão conformados ou acham “normal” o que deveria nos indignar.Para que depois que nos retirarmos da luta nossos filhos continuem até eliminar deste país a cultura do vergulho e da orgonha. Para que um dia um líder verdadeiro diga na televisão, de forma legítima e honesta:“Nunca antes neste país as pessoas tiveram tanto orgulho. E vergonha na cara”. Luciano Pires


A HERANÇA MALDITA !!

Pronto. Agora são os paraguaios que vão enfiar as mãos em nossos bolsos, cobrando mais caro pela energia de Itaipu. Você não acha estranha a complacência com que Lula e seus companheiros tratam nossos vizinhos? Sempre que entramos numa pendenga com algum “hermano” a sensação é a de que o Brasil acaba cedendo. Não existe confronto.E a explicação está sempre na ponta da língua: estamos resolvendo com negociações, nos damos bem com todo mundo, eles são pobrinhos e temos que ajudar etc etc etc.Uma vez ouvi uma definição que se aplica ao caso: O Mercosul é um jantar entre amigos onde a Argentina escolhe a comida e o Brasil paga a conta.Pois concluí uma coisa curiosa. Lula, Marco Aurélio Garcia, Celso Amorim, Tarso Genro, Dilma e outros caciques petistas, neopetistas, protopetistas e broncopetistas assumiram o poder na maior nação capitalista da América do Sul. Esses senhores foram educados pela velha cartilha socialista que demoniza os capitalistas, principalmente os Estados Unidos. Chamam os EUA de imperialistas. Dizem que qualquer movimento que os estadunidenses fizerem tem o objetivo de tomar as riquezas de outros países. Culpam o capitalismo pelo efeito estufa. Pela invasão de países indefesos. Pelas crises econômicas globais. Pela pobreza cultural. Pela fome no mundo. Não foi Lula quem outro dia passou um pito em George Bush, mandando que ele ficasse com sua crise por lá?O discurso esquerdista desses senhores – que jamais abriram mão de desfrutar dos bens materiais do capitalismo – é manjado, repleto de clichês, envelhecido e apoiado em valores morais discutíveis, para dizer o mínimo.Pois bem.Outro dia eu me queixava para um de meus colegas das dificuldades que nós, brasileiros, encontramos quando vamos a reuniões nos Estados Unidos. A turma de lá sofre de “globalpia”, uma espécie de hipermetropia que faz com que só enxerguem de longe, sem conseguir ver detalhes. Acham-se os mais eficientes, os mais evoluídos, os mais inteligentes, os mais. E até entendo suas razões para pensar assim.Toda vez que apresento nossos trabalhos naquelas reuniões, sinto-me como um índio botocudo diante dos MBAs de Harvard. Quando termino a apresentação já sei o que ouvirei:– Good job Luciano! We are impressed!Volto a meu lugar satisfeito com o elogio e a vida continua. Como antes. As nossas geniais idéias são esquecidas, as melhores práticas esnobadas e, por mais brilhantes que sejam nossas soluções, jamais são aplicadas. Afinal, o que é que um ianomani pode acrescentar ao “bizines”? E então meu colega provocou:– E se fosse uma reunião no Brasil e um boliviano ou paraguaio começasse a apresentar idéias brilhantes? Como é que nós reagiríamos?– Elogiaríamos o índio e voltaríamos para nossas soluções sérias e geniais. Exatamente como os estadunidenses fazem conosco... – Somos os imperialistas da América do Sul!Pois é... Os socialistassauros da turma do Lula sabem que nas reuniões com nossos vizinhos serão vistos como a elite burguesa, capitalista e exploradora. Sabem que todas suas atitudes serão recebidas como truques para tomar o gás, o petróleo, a energia, a terra, os alimentos e o dinheiro dos “pobres proletários explorados”... Para os velhos esquerdistas a verdadeira herança maldita é o rótulo de capitalista. De imperialista. Daí uma das possíveis explicações para a generosidade com os vizinhos: é para aliviar o sentimento de culpa. Inauguramos o “capitalismo com remorso”.
Tinha que ser aqui...


TEXTO:
WWW.LUCIANOPIRES.COM.BR

domingo, 11 de maio de 2008

Falta alimento, mas sobra Álcool


Produção de álcool e de açúcar baterá recorde em 2008, prevê Conab

Estimulado pela forte expansão do álcool no mercado e pelas perspectivas de crescimento nas exportações, o Brasil fará neste ano a maior colheita de cana-de-açúcar de sua história, 631,5 toneladas, de acordo com levantamento da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) feito em 361 unidades produtoras no país.

Dessa produção 55% da cana colhida nesta safra será usada na produção de biocombustíveis, e os outros 45% será transformada em açúcar, cachaça, rapadura e alimentação do gado.

Dados da Conab mostram que o país tem hoje 276 milhões de hectares de terras cultiváveis. Desses, 72% estão ocupados por pastagens, 16,9% por grãos e 2,8% por cana-de-açúcar, o que demonstra o potencial de crescimento da atividade sobre áreas de pastagem.

Já que temos tanta terra produzindo grãos porque o arroz, feijão e o óleo de sója esta tão caros?alguém ai sabe me explicar o porque desse preços altos?

Será que os produtores de grãos, irão mudar de atividade, partindo para a produção de algo que a planeta tanto precisa ( biocomnustivel ) assim deixando de produzir nosso alimento,e assim ficando cada vez mais caro?

O que será que nosso planeta mais precisa? Biocombustiveis ou Alimentos?

Será que aquela família que vive com um salário de R$ 415,00 reias consegue pagar quase R$15,00 reais em 5 kilos de Arroz, R$5,00 reais no kilo do feijão?

Do jeito que as coisas então caminhando, só vamos aumentar a fome e a miséria nesse Brasil !!!


Macaco Neto

terça-feira, 29 de abril de 2008

É preciso AMAR !!!


A Terra e a democracia não se encontram. Negam-se, renegam-se. Para chegar à democracia é preciso abrir a terra, romper as cercas que EXCLUEM e MATAM, universalizar o bem, acabar com o ABSURDO DA FOME, banir a corrupção, os rios e lagos apropriados por quem, julgando-se dono do mundo, na verdade o rouba de todos os demais.É preciso olhar situação de FOME e MISÉRIA, com olhar de AMOR, de JUSTIÇA, olhar de VIDA,..não com olhar da Cobiça, da corrupção, da maldade, da violência..verbas que deveriam servir para combater a FOME e a MISÉRIA, são desviadas por corruptos, ou servem para financiar GUERRAS! Enquanto isso milhares de Crianças estão morrendo de FOME no Brasil e no Mundo. Quando uma Sociedade deixa suas Crianças morrerem, é porque começou seu suicídio como Sociedade..
Macaco Neto

quarta-feira, 23 de abril de 2008

A carne é fraca

O Uruguai entrou neste domingo para o "Livro Guinness Book" como o País que preparou o maior churrasco do mundo, preparando 12 mil kg de carne com 1.252 churrasqueirs em 1.500 metros de grelha e com a ajuda de 20.000 voluntários para comer toda essa carne.
Que beleza né!!! Enquanto eles brincam de fazer churrasco, para entrar nos recordes, milhões de pessoas ainda morrem de fome no Uruguai.
Porque os organizadores dessa linda festa, não fazem comida para os pobres, não seria mais bonito?
Porque quando tem algum trabalho para ajudar os mais necessitados, não aparece ninguém? E nesse churrasquinho apareceu 20.000 Voluntários?
Até quando vamos ver alguns esbanjando comida, e muitos sem ter um pão para comer?
Será que os organizadores dessa festa não pensam no próximo que esta ao seu lado, morrendo de fome e de sede?
Toda essa festa foi em nome do que, e de quem? Status,soberba ou é a hipocrisia que é maior que seus sentimentos.Enquanto os Países Sul-americanos fizerem essas festinhas nunca sairam da classe dos Países Sub-desenvolvidos.
ACHO QUE PRECISAMOS REVER NOSSOS CONCEITOS DE VIVER EM SOCIEDADE, PARA ENTRAR NOS LIVROS DOS RECORDES!!

MACACO NETO.



sexta-feira, 11 de abril de 2008

Oração ao Pocotó


Senhor fazei de mim um instrumento contra o pocotó.

Onde houver burrice que eu leve a sabedoria;

Onde houver certeza, que eu instaure a dúvida;

Onde houver rancor, que eu leve a união;

Onde houver medo, que eu propague a fé;

Onde houver conformismo, que eu introduza a indignação;

Onde houver desespero, que eu chame a esperança;

Onde houver tristeza, que eu promova a alegria;

Oh! Mestre, fazei com que eu procure mais pensar do que ser pocotizado, compreender do que ser enganado, desasnar do que ser asnado, pois é dando que se recebe, é pocotizando que se é pocotizado, e é pensando que se nasce para a vida eterna.

Amém.
oração e foto
www.lucianopires.com.br

sábado, 29 de março de 2008

Cada um com seus problemas!


O Lula é louco !!, O nosso Presidente, mandou o Bush cuidar dos seus problemas. Será que o Lula pensa que no Brasil, não tem problemas?
Ele disse:que o Brasil, não crescia á 26 anos, e agora que esta crescendo é para o Bush, cuidar da sua crise. O Brasil tem 500 anos, e seu povo só passa por crises, e todos que entram no governo, nenhum consegue resolver nossos problemas.
Será, que nosso Presidente esta certo? Um País que esta crescendo tanto, que temos R$ em caixa, que quitamos a divida externa, mas ainda tem 40 milhões de pessoas que morrem de fome, milhões de pessoas sem trabalho, crianças sem escola, pedindo R$ no farol, milhões de pessoas sem uma moradia digna! Que crescimento é esse Senhor Presidente?
Enquanto o Lula, esquece dos poucos problemas desse País, mandando o Bush se virar, a dengue esta atacando todos na Cidade do Rio de Janeiro, e o Prefeito foi para uma festa do seu partido no nordeste, e aproveitou a viagem e foi rezar para o Senhor do Bonfim, para que proteja as pessoas do RJ, e que acabe com a dengue. Será que o Senhor do Bonfim, vai escutar a sua prece? Ou o Senhor do Bonfim vai dizer: CADA UM COM SEUS PROBLEMAS!!!
Macaco neto

terça-feira, 25 de março de 2008

Os cegos também são Patriotas !


Por que a gente é desse jeito, criando conceito, para tudo que restou?????
Montei meu blog para colocar um pouco dos meus medos, erros, acertos, angústias, revoltas, e mostrar um pouco de tudo que está na frente dos macacos pensantes, e eles não enxergam.
Se você, ler com atenção o meu blog, vai me entender melhor e porque coloquei esse nome, tão feio!!!!
Entrei em algumas comunidades do Orkut, sobre blogs, em uma delas, tem um tópico sobre comentar no blog acima da sua resposta. Eu comentei em um blog muito interessante de uma guria do sul do Brasil.
Quando era para alguém comentar no meu blog, sabe o que o Macaco escreveu?
“ já senti repúdio ao Blog do cara! O dono dele usando um boné do MST... Tô fora nem quero ver q ele fala e ainda c/ um titulo desses no Blog não mostra nenhum Patriotismo "BRASIL ÂNUS DO MUNDO”...
Adorei que o macaco escreveu isso !!! Era isso mesmo o que eu queria, trazer a discórdia kkkkkk. Nem os Deuses agradam a todos, quem sou eu para agradar outros macacos pensantes nesse mundinho sujo que vivemos !!!
Será que só porque uso boné do MST, não sou PATRIOTA?
Sou PATRIOTA SIM !!!! Um PATRIOTA que ainda acredita em muitos movimentos sociais, como o MST. Acredito que ser PATRIOTA é ser um cidadão com idéias e coragem para ver os problemas sociais que todos os outros macacos pensantes não enxergam.
Agora se os outros são aqueles PATRIOTAS, que acham que ser PATRIOTA, é colocar a camisa do Brasil e cantar hino nacional em jogo e futebol, é problema seu !!!
Como eu vou ser patriota em um país, que não da condição nenhuma aos seus cidadãos?
Que patriotismo é esse que em um país onde 40 milhões de macacos morrem de fome, outros pagam 40, 50 até 60 reais em um bacalhau?
PATRIOTISMO é você, antes de criticar o macaco que vive na mesma jaula que você, procurar saber das suas idéias e se não concorda, tentar mostrar outro caminho pra ele, não ficar falando mal dos seus textos, sem ler eles antes. Tenho certeza, que se ele ler, vai adorar!!!
Mas se o patriota não consegue fazer isso, ele acaba virando um idiota!!!

Macaco Neto

blog do meu amigo kkk

domingo, 16 de março de 2008

ICMS


Imposto Comeu Meu Salário

Tô de saco cheio
Eu não aguento
O dia inteiro
Trampo mais que um jumento

Saco cheio e vai estourar
E o salário da vontade de chorar
É tanta conta que eu tenho que pagar
Que eu nem sei, por onde começar

E água, luz, fone, aluguel, ipva
Inss, to pagando sem usar
Facudade, iptu nao deu pra pagar
Eu tomei foi no cú

Eu pago para nascer
Eu pago para viver
E para acabar eu pago até para morrer......

Macaco Neto
charges:www.lucianopires.com.br

sábado, 15 de março de 2008

Copa 2014


Direto da Pizzaria Brasil, o erro que tudo acaba em pizza, venho vomitar mais uma vez.
E agora a nova é que em 2014 , vai ter copa do mundo aqui na pizzaria, que beleza hein!!!
Depois de algumas décadas, vamos ter o direito de sediar esse grande evento mundial. E o povo da pizzaria já esta comemorando aeeeee, obaaaaa, supimpa , que beleza hein!!!!!
Então nesses 6 anos que faltam para a copa, acho que é melhor deixarmos de canto os outros problemas sociais que a pizzaria tem, para começar a pensar em resolver os problemas dessa copa, como construir e reformar estádios, hotéis para os hóspedes, segurança para os turistas, hospitais para atender os que passarem mal... Acho que seria bom liberarem todos os puteiros, assim vamos gerar mais empregos.
Vamos parar de gastar nosso dinheiro com hospitais, escolas, segurança. Pra que isso? Isso não dá dinheiro, o que vai dar muita grana é o futebol, a paixão nacional. Até lá vamos estar muito bem na produção de álcool. É a mistura perfeita: álcool e futebol, o par perfeito para esconder dos macacos pensantes os pequenos problemas sociais que a pizzaria Brasil tem.

Macaco Neto


charge:www.lucianopires.com.br

Televisão


Ela lhe dá tudo o que você procura, menos o tempo para você pensar. E agora ela vai ser digital, que beleza hein!!!
O comodismo na era digital, a perda de tempo na era digital, a burrice na era digital. Mas o grande problema dessa grandiosa invenção da humanidade não é a forma como é transmitida, se é com bombril na antena, se é via tv a cabo, se é com a antena no telhado. O problema não está no modo de transmissão e sim no que é transmitido, o que entra nas jaulas dos macacos pensantes impedindo que eles se evoluam, deixando eles cada dia mais burros, e ao invés de evoluírem estão regredindo, impedindo que eles pensem, jogando suas idéias fúteis e pequenas nas suas cabeças de macaco. E quando todos pensam a mesma coisa , ninguém está pensando em nada.
E como diz a música do OTTO:
"Acabo de comprar uma tv a cabo, acabo de entrar na solidão!!!!"

Macaco Neto
charge:www.lucianopires.com.br

Até Quando?


ATÉ QUANDO? Puta que pariu. Começou o horário político. Vou vomitar aqui até essa comédia acabar. Até quando, nós macacos pensantes, vamos deixar de assistir programas muito inúteis para assistir algo pior? Até quando os palhaços vão ficar brincando com os quase 190 milhões de macacos? É sempre a mesma comédia: um falando mal do outro. Que feio! Por que eles não limpam a própria bunda, ao invés de ficar sujando as dos outros? E agora a moda é eles falarem de biodisel. Caramba será que o país da piada pronta, país do carnaval vai virar o país da cana? Assim vai aumentar o número de cachaceiros desse país. Vamos deixar de plantar e colher nosso alimento para plantar e colher cana! Será que isso vai dar certo?
O Brasil não precisa dessa cana, estamos precisando de outras coisas como: educação, saúde, emprego, mas em um país que temos um presidente que gosta de uma caninha, estamos pensando na sustentabilidade. Só se for sustentabilidade dos bêbados e das clínicas de tratamento
Enquanto tem alguns pensando na cana, tem muitos pensando em um prato de comida, um pouco de água para beber, em um trabalho com salário digno!!!. ATÉ QUANDO????

Macaco Neto
charge:www.lucianopires.com.br

Cotidiano


Esqueçamos por um momento das questões individuais e todos os problemas sociais oriundos de nossa mente de macaco e pensemos no coletivo.
Há bilhões de anos que este é o único planeta capaz de sustentar e abrigar nossos primitivos corpos e necessidades, o único!!!
Há milhões de anos temos nos reproduzido indefinidamente chegando ao absurdo número de 6 bilhões de macacos pensantes. Na teoria pensantes, e já que nos impomos essa condição, levemos em consideração que estamos poluindo, contaminando, consumindo, matando, esgotando todos os recursos que nosso planeta nos disponibiliza.
Além do ar seco e das montanhas de lixo que poderiam sustentar os que ainda vivem da reciclagem, acabamos com nossas florestas e com poucas árvores que nos permitem respirar no meio de tanto concreto. Sem contar que banhamos nossa merda com a água que poderíamos beber e consumir. E tudo isso em nome de quê ?
De um consumismo supérfluo e nada barato, apenas por pose, status ou conforto.
Nada que algum de nós não saiba, só preferimos ignorar.

Macaco neto
17/02/2007

quinta-feira, 13 de março de 2008

Domingo de Sol,que lixo!!!!!


Hoje, 23/09/2007, acordei ansioso. Fui dar uma palestra para os munícipes aqui de São Bernardo em um evento sobre o Meio Ambiente. Cheguei no parque, que estava lotado. Também, em um domingo de sol...
11:00 horas. Chegou minha hora!! Sabe qual era o tema da minha palestra? LIXO: um problema que é nosso. Começou a palestra. Deveria ter mais um menos umas 200 pessoas entre crianças e idosos, alguns amigos da facu, alguns amigos de trabalho.
Comecei a falar sobre o lixo, o que é lixo, classificação do lixo, pra onde vai nosso lixo e o que podemos fazer para diminuir esse lixo que produzimos.
De repente começo a ver que eu estou falando e algumas pessoas estão indo embora. Me senti um lixo, eu lá falando sobre um assunto sério para aquelas pessoas e elas me deixando de canto como um saco de lixo. Mas ao mesmo tempo percebi que tenho muito que ensinar para as pessoas e vi que primeiramente eu tenho que reciclar outro tipo de lixo, o que esta dentro de nossas cabeças. Depois que conseguir reciclar esse tipo de lixo mental que está dentro de nós, assim poderei falar sobre o lixo que produzimos e o que fazer com ele. Percebi que o mundo em que vivemos ainda precisa de mim. Ainda vou mostrar para essas pessoas o lixo onde vivemos.
Depois dessa palestra, algumas pessoas iriam plantar algumas árvores em bairros de São Bernardo, inclusive eu e mais alguns amigos da faculdade. Demos nosso nome e ficamos esperando, esperando e esperando nesse sol de quase 30 graus. Achei uma falta de respeito comigo e com os outros voluntários! Será que falta de respeito também não é um tipo de lixo que temos dentro de nós?
O tempo passou. Resolvemos ir embora afinal chega de ficar nesse sol. Já estávamos fendendo igual lixo.
Cheguei em casa, entrei na sala e o que o povo estava assistindo? Faustão! Que lixo! É lixo nas ruas, é lixo dentro de nós, é lixo na tv... Quanto lixo nesse mundo! Acho que o povo brasileiro é um povo Necrófago ( animais que se alimentam de algum tipo de material em decomposição ou lixo). Fui tomar um banho e almoçar. Liguei para um amigo e o chamei para tomar uma cerveja. Tava louco para ir tomar uma!! Fomos para o bar de um amigo, Bar do Nenê, um ótimo bar, cerveja gelada e gente bonita e rola um som bem legal! Eu recomendo!! Mas beba com moderação, para não ficar bêbado e não ser tratado como um lixo! kkkk!!!
Estava eu lá no paraíso, ninguém bêbado, todo mundo conversando, dando risada, estava tudo ótimo, de repente, o celular desse meu amigo tocou! Era um amigo dele chamando ele para ir em um bar em São Caetano. Como eu estava de carona, tive que ir com ele. Pagamos nossa conta, e fomos embora para esse outro bar.
Quando chegamos lá, meu Deus, eu estava no céu e minutos depois estava no Inferno, ou melhor fui jogado em um lixão. Um lugar pequeno, abafado cheio de gente, só tinha mulher feia e homem suado e fendendo, o Povo Feio, parecia um lixão de verdade só gente feia e suando!!! Fora o som que estava tocando: um pagodinho meia boca, desses lixos que tocam nas rádios desse nosso Brasil.
Mas esse é o Brasil que o povo quer: um país bonito, tropical. O país do carnaval que mais produz lixo no mundo, não só o lixo material, mas sim o lixo que todo dia é colocado em nossas mentes de macacos, pela tv, pelo rádio, pelas revistas e jornais, o mais sujo e o que mais polui esse planeta.

Macaco Neto
23/09/2007
charge:www.lucianopires.com.br